domingo, 26 de fevereiro de 2012

Apenas uma pequena nota...

... para assinalar 5 anos ao teu lado.
(London, 23-09-2011)

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Geocaching à noite? "Nunca mais!!!"

Eu e o R. adoramos fazer Geocaching (google, caso desconheçam esta maravilha). E de fim-de-semana na terra do marido, toca a programar as caches a procurar. Estava a correr muito bem, elas apareciam sempre e ainda nos deparamos com a mais original desde que começamos neste "passatempo". Mas eis que surge uma maldita que não quis aparecer e, tendo caído já a noite, e meio desanimados, decidimos tentar uma última. Uma escondida algures numa antiga cerâmica completamente abandonada e literalmente a cair de podre.
Saímos do carro em grupo - eu, o R. e mais 3 amigos - mas a dada altura separamo-nos, e já só eu e o R. seguíamos para o interior da antiga fábrica.

"Mas onde raio se meteram eles?"

E nós, muito despreocupados, de lanterna na mão e o local da cache já em vista, lá continuamos o nosso caminho.

"Ora, a pista dizia que está ao fundo da rampa, junto ao tubo, do lado esquerdo."

E assim foi. Subimos a rampa. Encontramos o tubo e dois possíveis buracos onde podia estar uma cache. Estava eu para meter a mão nos buracos da parece, quando ouvimos passos.

"Olha, devem ser eles."

Mas não eram... dos escombros da fábrica, de um local completamente escuro, surge um rapaz...

"Boa noite..." diz ele.
Eu e o Renato, de lanterna apontada ao rapaz e a pensar "WTF?"
"Boa noite..." dizemos nós.
"Passa-se alguma coisa?" pergunta ele.
"Hummm... não, estávamos só a ver uma coisa."
E ele, com uma voz que até agora me arrepia:
"Isso vai cair." (a apontar para a parede onde devia estar escondida a cache).
E eu, completamente em pânico:
"Mas não vai cair agora, pois não?"
"Não... mas vai cair."

E a gente, de coração na boca, vira costas, anda o mais rápido que pode, e toca a encontrar os outros três e a jurar:

Geocaching à noite?! NUNCA MAIS!!

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

A peça de roupa mais cara que me passou pelas mãos...

(Foto: João P. Teles)


Ontem, na sala de costura da minha mãe e onde dou uma mãozinha sempre que posso, passaram-me pelas mãos umas calças Roberto Cavalli... semelhantes às da imagem, mas com motivos florais. Quase tremi... e porquê? Etiqueta Roberto Cavalli, assinatura (numa das pernas) Roberto Cavalli, tiras para pendurar nos cabides Roberto Cavalli, botões Roberto Cavalli e ainda aquela etiqueta em holograma com o nome de Roberto Cavalli. Eu só pensava (porque eu estava a descoser uma coisa, com uma tesoura claro!): "Falhas um ponto nisto e adeus «salário» dos próximos meses!"... Responsabilidade, senhores, responsabilidade!

P.s. Sim, correu tudo bem com as calças ;)